Trabalho de conclusão de Curso: Neuroalfabetização: uma análise das percepções de professores sobre o Método das Boquinhas.

A Jaqueline Belo, ex Multiplicadora de Recife/PE fez um excelente trabalho com professores usuários de Boquinhas, conferindo a credibilidade na metodologia.

O  artigo reflete sobre a aprendizagem com base em estudos da neurociência, aponta alguns dos pressupostos teóricos que fundamentam o Métodos das Boquinhas e apresenta uma análise das percepções de professores sobre o uso deste método em suas práticas alfabetizadoras. O objetivo principal desse trabalho foi compreender como o Método das Boquinhas, “uma neuroalfabetização” (JARDINI, 1997), é percebido na prática pelos professores. A pesquisa de natureza qualitativa estruturou-se em duas etapas: primeiro por uma revisão bibliográfica em revistas, livros e artigos; segundo por uma pesquisa empírica com 12 professores usuários desse método de alfabetização. O instrumento de pesquisa utilizado foi o questionário e os dados coletados foram interpretados pela técnica de análise de conteúdo. Assim concluiu-se que na percepção dos professores pesquisados o Método das Boquinhas é fácil , envolve e desperta o interesse dos alunos; é prático e eficaz, com positivas implicações para aprendizagem e contempla na perspectiva inclusiva a maioria das crianças com desenvolvimento típico e atípico.

Acesse artigo na integra clicando aqui.

Open chat
Olá! Podemos te ajudar?
Powered by